Sobre ISLANDAP

O projecto “I + D + i TOWARDS AQUAPONIC DEVELOPMENT IN THE UP ISLANDS AND THE CIRCULAR ECONOMY-ISLANDAP é um projecto do Programa INTERREG VA MAC 2014-2020 (Programa Operacional de Cooperação Internacional) e financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. .

Descrição do projeto

O projeto “R+D+i TOWARDS AQUAPONIC DEVELOPMENT IN THE UP ISLANDS AND THE CIRCULAR ECONOMY-ISLANDAP É um projeto pertencente ao Programa INTERREG V-A MAC 2014-2020 (Programa Operacional de Cooperação Internacional) e financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. É um programa de Cooperação Territorial cujo objectivo estratégico global é obter progressos significativos e tangíveis na cooperação transnacional, a fim de favorecer o desenvolvimento territorial coeso, sustentável e equilibrado do Espaço Atlântico e do seu património marítimo.

Antecedentes

Aquicultura entre as Áreas Prioritárias de Desenvolvimento Inteligente (RIS3-Canarias).
Crescimento sustentável, atividades agrícolas e segurança alimentar entre as prioridades de investimento nas Ilhas Ultraperiféricas.
Aquaponia, sistemas de aquacultura de produção sustentável em que a aquicultura e a hidroponia (peixes e plantas em circuito fechado) são combinadas, onde a poupança de água (até 75%) e energias alternativas desempenham um papel importante, cobrindo assim vários dos objectivos de investimento no crescimento inteligente das regiões ultraperiféricas.
A redução de resíduos orgânicos, seu controle, reavaliação e aplicações alternativas é outro dos desafios a cobrir no curto prazo nas regiões.
O turismo representa a principal fonte de renda nas Ilhas UP, bem como um dos setores com maior geração de resíduos orgânicos.
A Europa reconhece o importante papel da aquaponia ao financiar uma ação COST-FA1305; 2014-2018, dos quais participam 27 ilhas europeias e canárias, participa como membro da Administração. Comitê.
Os arquipélagos das RUP (Ilhas Canárias, Madeira e Cabo Verde) estão interessados ​​em participar em I + D + i colaborativa para o desenvolvimento inter-regional das linhas indicadas.

Objetivos

GERAL

Promover a I & D no adequada acuapónica produção sustentável às especificidades da região e criar uma rede de trabalho multidisciplinar que promove a produção primária sustentável, a valorização dos recursos biológicos, biotecnologia, economia circular e educação naqueles áreas.

produção Aquaponia de peixes e plantas serão colocadas como desenvolvimento central e exemplo aplicação directa de economia circular, em regiões onde a geração de produtos orgânicos é variável e reutilização dispersa e não competitivo hoje. Em última análise, é dando alternativa utiliza soluções de endereçamento todos os passos, a partir da geração e quantificação de resíduos até ao seu ensaio experimental bioquica e de avaliação, por meio da micrologística necessário para o movimento e estudo económica de todo o processo.

ESPECÍFICOS

Melhorar as capacidades em R + D + i em sistemas aquaponic de produção sustentável através da criação de plataformas de investigação conjuntas, favoravelmente posicionamento das RUP em inovação no sector primário e segurança alimentar e participação em projectos competitivos.
Melhorias competitivas na produção de aquaponia nas Ilhas RUP. Com transfronteiriça e cooperação transnacional entre universidades e de I & D para o intercâmbio e formação conjunta de pesquisadores para facilitar a participação em projectos europeus.
A criação de uma rede inter-regional no circular económica para R + D + i em desenvolvimento sustentável, economia circular e aquaponics, que também serve de suporte na geração de soluções inovadoras na gestão e utilizações alternativas de produtos orgânicos.
Outros objetivos são: promoção da investigação, desenvolvimento tecnológico e inovação, melhorar a competitividade das PME, promover a adaptação às alterações climáticas ea prevenção e gestão de riscos, bem como preservar e proteger o meio ambiente e promover a eficiência recursos

Alcance geográfico de intervenção do projeto

A área geográfica de intervenção e cooperação transfronteiriça e transnacional desta actividade inclui as regiões da Madeira (Portugal), Comunidade Autónoma das Canárias (Espanha) e Cabo Verde. A acção será coordenada por um dos centros de investigação da Comunidade Autónoma das Canárias (Universidade de Las Palmas de Gran Canária), em estreita colaboração com outros da mesma e de outras regiões. Cada um dos parceiros será responsável por uma das atividades do projeto.

O âmbito geográfico foi alargado a outros países europeus, geograficamente outras ilhas atlânticas (Inglaterra e Irlanda) que, devido à sua experiência anterior no tema proposto e participação na rede de custos europeia, são considerados importantes no aconselhamento, acompanhamento e internacionalização da proposta e seus resultados

Descrição técnica do conteúdo do projeto

O projeto foi concebido em 3 fases consecutivas:

1.Criação de piloto experimental de água doce e aquaponic marinho em diferentes arquipélagos de testes específicos do RUP e de produção de peixes e vegetais colocados de cada. Prevê a definição de espécies de peixes e plantas em crescimento potencial; determinação de produtos e subprodutos do sector primário susceptível a revalorizar o objectivo central de promover a sua principal utilização como matérias-primas; a formulação e testes de dietas sustentáveis ​​produzidos localmente em cada região; actividades conduzidas por cada parceiro com o Grupo de Pesquisa em Aquicultura (ULPGC-GIA), em colaboração.

2.A melhoria da competitividade dos sistemas de produção aquaponic controlando os parâmetros e testes aplicados ao hidroponia aquaponic (ICIA); de controlo e avaliação da utilização de microalgas nos sistemas aquaponic (ITC); aplicação da energia alternativa, TIC e economia de água por áreas geográficas (ULPGC-Engineering).

3.Criação de uma rede permanente de trabalho multidisciplinar(ULPGC-ECONOMIA) Circular Economics.

UTILIDADE DO PROJETO

O projeto, implementação e resultados serão úteis em suas regiões de atuação pelas seguintes razões principais:

1.Melhorar as capacidades de P & D + i em áreas de desenvolvimento estratégico das regiões ultraperiféricas (RUP), como a sustentabilidade ambiental, produção primária sustentável, a aquicultura ea segurança alimentar.

2.Outras áreas prioritárias associados com desenvolvimento de sistemas aquaponic sustentáveis, como reavaliação de produtos e subprodutos dos endereços do sector primário.

3.Treinamento especializado de pessoal científico-técnico em todas as áreas anteriores.

4.Criação e operação de protótipos de pesquisa piloto em água doce e marinha aquaponics
5. O uso de protótipos para promoção e divulgação da sustentabilidade, gestão sustentável dos recursos, energia e água, educação ambiental e geração de comida local de forma sustentável e com segurança
A internacionalização da I & D em áreas estratégicas para as RUP.

Principais beneficiários / destinatários do projeto

·Universidades e R & D de ser reforçada seus conhecimentos e tecnologias nas áreas de investigação emergentes globalmente, melhorando sua posição para futuros projetos.
·Empresas, que serão responsáveis ​​por valorizar esse conhecimento, gerando riqueza e empregabilidade na Região.

·Centros regionais de organização em questões de sustentabilidade, gestão ambiental e produção primária que terão maior apoio em instituições de I & D + i.
·A população em geral terá acesso aos resultados e aplicações de projeto através de actividades de formação e sensibilização que promovam a sustentabilidade, uso sustentável dos recursos, a redução de resíduos orgânicos e sua reavaliação, economia de água e energia , produção primária sustentável, consciência da manutenção dos recursos naturais e da biodiversidade das regiões e sustentabilidade ambiental e turismo.

X